Como Disponibilizar Sua Música nas Plataformas Digitais

5 etapas para colocar uma música em plataformas de streaming como o Spotify

Antigamente para um artista lançar sua música era necessário conhecer alguém do mercado fonográfico e de alguma gravadora, que acreditasse no seu talento e que tivesse a vontade de investir no artista. Imaginem na época do CD o custo que tinha isso tudo.

Mas com as plataformas digitais e com as novas ferramentas existentes tudo mudou e hoje em dia, qualquer pessoa consegue disponibilizar suas próprias músicas em poucas semanas, de forma independente, para o mundo ouvir nas principais plataformas digitais do mercado, como Spotify, Deezer, Apple Music, Amazon Music e YouTube Music, entre muitas outras. E com isso, sem precisar estar assinado a alguma gravadora ou sem grandes custos – que virão de outra forma, com a produção da música e a campanha de marketing para o lançamento.

Abaixo, montamos um passo a passo do que é necessário para você lançar sua música nas plataformas de streaming:

1 – Encontrar uma distribuidora ou selo

Caso o artista não vá fechar contrato com nenhuma gravadora ou selo no mercado, ele pode subir suas músicas de forma independente em distribuidoras – ou agregadoras, como são chamadas também – como OneRPM, Ditto, Tratore, Altafonte, CD Baby, Tunecore e diversas outras. Basta fazer um simples cadastro, assinar o contrato digital e o artista já consegue movimentar o seu perfil na mesma hora.

2 – Tenha a master e os insumos prontos

Para distribuir sua música, o artista precisa ter a master finalizada sempre no formato WAV e todos os outros insumos – a capa e todas as informações referentes ao lançamento, como a letra da música, o código ISRC, os artistas participantes, gênero musical e tempo da música. Leia aqui o texto no nosso blog que fala sobre masterização. Cada distribuidora tem também suas especificações para receber o áudio e o arquivo da capa.

3 – Gere o código ISRC

O código ISRC (International Standard Recording Code) é obrigatório para o lançamento de qualquer produção fonográfica, pois é como se ele fosse o CPF da música. É muito importante gerar o código antes através da associação ou sociedade que o artista está filiado, como a UBC ou a Abramus, por exemplo, e incluir esse código na distribuidora ao lançar o produto. Lembrem que gerar o código automaticamente pela distribuidora, como pode ser feito para agilizar um lançamento, não vale oficialmente como ISRC e pode dar problemas no futuro na tentativa de troca. O ISRC contém todas as informações da música, como intérpretes, autores/compositores, gênero etc. Há também o UPC (Universal Product Code), que geralmente é gerado pela própria distribuidora também.

4 – Nomes de todas as pessoas envolvidas

Adicione o nome de todas as pessoas envolvidas na produção da música, como os intérpretes (artistas principais), os artistas que fazem participação especial (ou featuring) caso tenha, autores/compositores e produtores musicais.

5 – Faça uma boa capa

Uma boa capa sempre chama a atenção, então o artista, ou o seu designer, deve ser criativo e ao mesmo tempo autêntico, para que a capa siga a identidade do perfil artístico e do momento do artista. Cuidado com a utilização de fotos não autorizadas e para não incluir propagandas de terceiros ou logos de marcas conhecidas, pois isso pode dar problemas no futuro. A fórmula que funciona é usar apenas uma foto, o lettering e o nome do artista, em tamanho que seja visualizado por qualquer usuário da plataforma digital, em qualquer tipo de celular ou computador em geral.

Lembrem sempre de que o tempo ideal para o lançamento de uma música é com um mês de antecedência em qualquer distribuidora. O prazo pode ser menor, mas aí não haverá tempo suficiente de fazer o pitching – pedido de destaque da música nas playlists para os editores das plataformas – nem a campanha de pré-save e a campanha de marketing geral do lançamento. O tempo de aprovação depois que um single, EP ou álbum é distribuído pode variar de alguns dias a uma semana, dependendo sempre da distribuidora e da plataforma digital. Algumas demoram mais tempo, como o Beatport por exemplo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: